Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20050
Tipo do documento: Tese
Título: Múltiplas leituras: novas perspectivas teóricas e metodológicas para um letramento literário
Título(s) alternativo(s): Multiple interpretations: new theoretical and methodological perspectives for literary literacy
Autor: Sugayama, Ariane Mieco 
Primeiro orientador: Paschoal, Mara Sofia Zanotto de
Resumo: A leitura, quando atrelada a um modelo de ensino-aprendizagem monológico, silencia a voz interpretativa e marginaliza a subjetividade do leitor. Contrapondo-se a essa abordagem a prática de letramento Pensar Alto em Grupo vem sendo construída pelos professores-pesquisadores do grupo de pesquisa GEIM, buscando tanto uma transformação das práticas docentes quanto da identidade leitora de seus alunos (QUEIROZ, 2009; TAVARES DOS SANTOS, 2013; dentre outros). O Pensar Alto em Grupo é uma prática de letramento dialógica e colaborativa que procura dar espaço à voz e à subjetividade dos leitores, a fim de que possam partilhar, negociar, coconstruir e avaliar os diferentes sentidos do texto numa interação face a face (ZANOTTO, 2014a). Em decorrência desse protagonismo do leitor, é possível ocorrer múltiplas leituras, pois cada leitor pode se posicionar de forma ativa e responsiva perante o texto. Para o professor, o trabalho com as múltiplas leituras mostra-se desafiador, já que o modelo sociocultural dominante no contexto escolar é o da leitura única. Por essa razão, o estudo das múltiplas leituras do texto constitui o foco desta tese, visando contribuir para a transformação do ensino de leitura literária. Os objetivos desta pesquisa, inserida na área da Linguística Aplicada, são: 1) investigar as múltiplas leituras da linguagem figurada e das lacunas/silêncios do texto A Moça Tecelã (COLASANTI, 2004); 1.2) analisar os processos sociocognitivos envolvidos na coconstrução das múltiplas leituras. As perguntas de pesquisa são: 1) Quais foram as múltiplas leituras do texto literário? 1.1) Quais os processos sociocognitivos envolvidos na coconstrução das múltiplas leituras? 2) Em quais aspectos a investigação dos processos sociocognitivos, envolvidos na coconstrução das múltiplas leituras, pode contribuir para o letramento literário? Esta pesquisa, de natureza qualitativa, (DENZIN; LINCOLN, 2006), tem orientação interpretativista (MOITA LOPES, 1994) e a estratégia de pesquisa adotada é o estudo de caso instrumental. A fundamentação teórica relaciona-se a estudos sobre letramento e leitura, ensino de literatura, cognição envolvida na interpretação da linguagem figurada e epistemologia da linguagem e da comunicação. Os instrumentos metodológicos utilizados foram: 1) o Pensar Alto em Grupo em sua faceta de método e 2) o diário de leitura. Os sujeitos da pesquisa foram quatro leitoras, cujas profissões se relacionam à leitura e à literatura infanto-juvenil. Já os resultados obtidos revelaram a coconstrução de cinco leituras para o conto, que foram parcialmente explicadas pela Teoria da Parábola (TURNER, 1996) e pela Teoria da Mesclagem Conceptual (FAUCONNIER; TURNER, 2002). No entanto, os dados evidenciaram operações cognitivas dos leitores, como, por exemplo, diversos raciocínios inferenciais envolvidos na interpretação da linguagem figurada, que foram explicados pelos estudos de Zanotto (2010) e Moura; Zanotto (2009). Em relação à contribuição desta pesquisa, para um letramento literário, os dados obtidos revelaram que houve uma compreensão reflexiva das figuras de linguagem e lacunas do texto
Abstract: When reading is linked to a monological teaching-learning model, it silences the interpretive voice and marginalizes the reader’s subjectivity. In contrast to this approach, the Think Aloud in Group literacy practice, which is being built by the teachers and researchers in the GEIM research group, seeks to transform the teaching practices as well as the reading identity of their students (QUEIROZ, 2009; TAVARES DOS SANTOS, 2013; among others). The Think Aloud in Group is a dialogical and collaborative literacy practice that aims to provide space to the voice and the subjectivity of readers so that they can share, negotiate, co-construct and evaluate the different meanings of the text in face-to-face interaction (ZANOTTO, 2014a). As a result of the reader’s protagonism, the occurrence of multiple interpretations is possible because each reader can position him/herself in an active and responsive manner regarding the text. For the teacher, working with multiple interpretations has been challenging since the dominant sociocultural model within the school context is of single reading. Thus, the study of multiple text readings is the focus of this thesis, aiming to contribute to the transformation of literary reading teaching. The goals of this study, inserted in the Applied Linguistics area, are: 1) investigate the multiple interpretations of figurative language and the gaps/silences in the short story A Moça Tecelã [The Weaving Girl] (COLASANTI, 2004); 1.2) analyze the socio-cognitive processes involved in the co-construction of multiple readings. The study’s questions are: 1) What were the multiple interpretations of the literary text? 1.1) What are the socio-cognitive processes involved in the co-construction of the multiple interpretations? 2) In which aspects can the investigation of the sociocognitive processes, involved in the co-construction of the multiple interpretations, contribute to literary literacy? This qualitative study (DENZIN; LINCOLN, 2006) has an interpretative orientation (MOITA LOPES, 1994); the research strategy adopted is the instrumental case study. The theoretical basis is related to studies about literacy and literature, the teaching of literature, cognition involved in the interpretation of figurative language, and epistemology of language and communication. The methodological instruments used were: 1) The Think Aloud in Group as method facet; and 2) the reading diary. The subjects of the study were four readers, whose professions are related to reading and to children and young adult literature. The results obtained revealed the co-construction of five readings for the story, which were partially explained through the Parable Theory (TURNER, 1996) and the Theory of Conceptual Blending (FAUCONNIER; TURNER, 2002). However, the data highlighted the readers’ cognitive operations; for example, several inferential rationale involved in the interpretation of figurative language, which were explained in the studies by Zanotto (2010) and Moura; Zanotto (2009). As to the contribution of this study for literary literacy, the data obtained revealed that there was a reflexive comprehension of language figures and of gaps in the text
Palavras-chave: Letramento literário
Linguagem figurada
Dialogismo
Literary literacy
Figurative language
Dialogism
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Sugayama, Ariane Mieco. Múltiplas leituras: novas perspectivas teóricas e metodológicas para um letramento literário. 2017. 290 f. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20050
Data de defesa: 23-Mar-2017
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Ariane Mieco Sugayama.pdf3,4 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.