Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20168
Tipo do documento: Dissertação
Título: Clínica de linguagem com afásicos: sintoma, queixa e demanda
Autor: Cesar, Maria Fernanda Cestari de 
Primeiro orientador: Lier-DeVitto, Maria Francisca
Resumo: As questões que impulsionaram este trabalho nasceram de abandonos de tratamento, que me levaram a refletir a respeito da problemática do compromisso do paciente com a terapia, que se estabelece e se discute na esfera da relação queixa – demanda. Na primeira, o paciente oferece razões para o seu sofrimento, ao procurar dizer “o que tem”. Na Clínica de Linguagem, o mal-estar liga-se a um problema na fala, a um incômodo insuperável com ela. A demanda, por sua vez, é o pedido feito ao outro-terapeuta, a quem o paciente supõe um saber sobre o que se passa com ele. Neste trabalho, abordo temas referentes ao sintoma, caso e, por certo, queixa e demanda na Clínica de Linguagem com afásicos. Trago Freud (1891) para contrapor sua noção de sintoma nas afasias com a perspectiva médica, gesto que é de grande importância para a Clínica de Linguagem. Fonseca (1995) foi pioneira na sustentação da crítica à adesão do fonoaudiólogo ao discurso médico da causalidade lesão-sintoma. Ela postula que, para um clínico de linguagem, a afasia é um problema na linguagem que afeta o sujeito e propõe procedimentos clínicos consistentes com esta afirmação. Na medida em que fiquei sob efeito de atendimentos, considerei importante discutir questões relacionadas a “o que é um caso clínico”. Ou seja, procurei mostrar como o estudo de caso é visto no campo médico e no campo psicanalítico. Comentei, ainda, o modo como “casos” (materiais de atendimentos clínicos) têm sido trabalhados e escritos na Clínica de Linguagem com afásicos. Apresento e discuto, por fim, segmentos dos atendimentos que conduzi e que me interrogaram, dando margem ao delineamento do assunto desta dissertação
Abstract: The subject matters dealt with in this study are clinical in their nature since it was stimulated by three different patients’ abandonment of treatment, which led me to reflect on the problem of patient's commitment to therapy. It is well known that such a commitment is strictly linked to the relationship between the complaint – demand related notions. Concerning the “complaint” it is expected that patient offers reasons for his suffering when he tries to say "what he has". In the Language Clinic, suffering has to do with (is caused) a symptom in speech, i.e., to an unbearable pain related to speech. The “demand”, in its turn, is the request made to the other therapist, to whom the patient supposes knowledge about his symptomatic condition. In the present work, I approach themes related to the aphasic symptom; to case study presentations in the clinical literature (medical, psychoanalytical) and, of course, to complaint and demand in the Language clinic with aphasic patients. I bring Freud (1891) to oppose his notion of symptom in aphasia to the medical viewpoint on the subject - a deep difference that is of great relevance for the Language Clinic. Fonseca (1995) pioneered the criticism concerning the organicist discourse on aphasia which supports the idea that symptoms in speech are directly caused by the cerebral damage. She postulated that, for a language therapist, aphasia is basically a language problem that affects the aphasic speaker. The author proposes clinical procedures consistent with that statement. Following this trend of thought, I considered important to discuss the question: "what is a clinical case". In other words, I tried to demonstrate how case studies are approached in the medical field and in the psychoanalytic field and presented a brief overview of how "cases" (clinical materials) have been dealt and written in the Language Clinic with aphasics. Finally, I present and discuss segments of therapies conducted by. They were the start-point for the present study
Palavras-chave: Afásicos - Linguagem
Afasia
Clínica de linguagem
Language clinical
Aphasic - Language
Aphasia
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Cesar, Maria Fernanda Cestari de. Clínica de linguagem com afásicos: sintoma, queixa e demanda. 2017. 105 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20168
Data de defesa: 26-Mai-2017
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Maria Fernanda Cestari de Cesar.pdf879,99 kBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.