???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/2047
Tipo do documento: Dissertação
Título: Umbanda sertaneja: cultura e religiosidade no sertão norte-mineiro
Autor: Marques, Ângela Cristina Borges 
Primeiro orientador: Guerriero, Silas
Resumo: O presente trabalho analisa o processo histórico-antropológico da Umbanda na região norte do estado de Minas Gerais a partir de meados de 1940 até a atualidade. Neste sentido, tece reflexões sobre a construção dialética de um umbandismo tipicamente sertanejo formado do encontro nesta região de dois tipos de Umbanda: a do sudeste e a do nordeste. O umbandismo, resultante do choque entre as tendências citadas carrega em seus rituais e atividades, elementos sertanejos que denunciam o ethos construído historicamente na região a partir do encontro cultural entre baianos e paulistas. Pretendemos apresentar neste trabalho que ao seguir a linha do povoamento desta região, a Umbanda sofreu e sofre influências traduzindo desta forma a hibridez própria de regiões sertanistas e fronteiriças. O procedimento metodológico utilizado neste estudo foi o qualitativo, composto por: fontes orais através de depoimentos de pessoas que conheceram e se inseriram nesta religião nas décadas de 40, 50 e 60, de sacerdotes e umbandistas da atualidade com a utilização de gravador e conversas informais; levantamento documental em acervos públicos e privados; trabalho de observação de campo com a descrição de rituais e uso de fotografias. Desta forma, a partir do cruzamento dos dados obtidos no campo, chegamos às seguintes conclusões: a Umbanda Sertaneja traduz em seus rituais e relações sociais, a questão axiológica presente na história da região: a tensão entre o bem e o mal; a chegada na região do Candomblé tem provocado a inserção nesta religião de sacerdotes umbandistas, sem, contudo caracterizar o abandono da Umbanda; em alguns terreiros, a inserção provoca a formação de um continuum religioso formado pela tríade Umbanda, Quimbanda e Candomblé assinalando a emergência de uma nova lógica religiosa; a figura do Exu se apresenta nesta nova lógica como personalidade principal à medida que estabelece na tríade citada, a função de eixo e conexão além de revelar aspectos do ethos norte-mineiro
Abstract: The present paper analyses the historic-anthropologic process of umbanda in the North of Minas Gerais State from the mid 1940s to present days. In this sense, it ponders on the dialectical construction of an umbandismo typical from Northern Minas Gerais, formed by the meeting of two types of umbanda in the region: the one from the Southeast and the one from the Northeast. The umbandismo resulting from the shock between the cited trends carries on its rituals and activities elements from the North of Minas Gerais, which denounce the ethos historically constructed in the region, from the cultural meeting between the people from the states of Bahia and São Paulo. We intend to present with this paper that, by following this region's populating process line, the umbanda has suffered and suffers influences, hence translating the hybridization peculiar to the sertanistas and bordering regions. The methodological procedure used in this paper was qualitative, composed by: oral sources with testimony of people who knew and introduced themselves in this religion in the decades of 40, 50 and 60, and of current priests and umbandistas by means of tape recorder and informal conversations; documental survey in public and private heritage; field observation work with the description of rituals; photographs as data source. Thus, from the data crossing obtained in the field, we have come to the following conclusions: the Umbanda Sertaneja translates in its rituals and social relations the axiological issue present in the history of the region, the tension between the good and the evil; the arrival of camdomblé in this region at a posterior time has provoked the introduction of umbandistas priests in this religion without, however, characterizing the abandonment of umbanda; in some temples, this introduction provokes the formation of a religious continuum formed by the triad umbanda, quimbanda and candomblé which signals the emergence of a new religious logic; the figure of Exu presents itself in this new logic as the main personality insofar as it establishes, in the mentioned triad, the role of axis and connection besides revealing aspects of the norte mineiro ethos
Palavras-chave: Ethos norte-mineiro
Bem e mal na Umbanda
Norte mineiro ethos
Good and evil in Umbanda
Umbanda -- Minas Gerais, MG
Sincretismo (Religiao)
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências da Religião
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião
Citação: Marques, Ângela Cristina Borges. Umbanda sertaneja: cultura e religiosidade no sertão norte-mineiro. 2007. 240 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Religião) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2007.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/2047
Data de defesa: 14-Dec-2007
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Angela Cristina Borges Marques.pdf7,32 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.