???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/2071
Tipo do documento: Tese
Título: Origens e conseqüências psicológicas da doutrina da satisfação penal
Título(s) alternativo(s): Psychological origins and consequences of the doctrine of penal satisfaction
Autor: Lotufo Junior, Zenon 
Primeiro orientador: Valle, João Edenio dos Reis
Resumo: A imagem de Deus é um construto em grande medida inconsciente no qual predominam os sentimentos. Difere do conceito de Deus por ser este um conjunto consciente de idéias. Um volume considerável de pesquisas vem procurando mostrar como se forma na mente infantil essa imagem e de que forma ela influencia, por um lado, a religiosidade do indivíduo e, por outro, seu bem-estar psicológico e espiritual. Essas pesquisas, juntamente com a experiência clínica e outros fatores, apontam para o fato de que o modo como se interpreta cada elemento da vida religiosa varia radicalmente em função de o indivíduo ser portador da imagem de um Deus amoroso e compassivo ou da imagem de um Deus punitivo e rancoroso. O presente trabalho busca analisar, á luz dos conhecimentos atuais da ciência psicológica, em especial daquilo que se relaciona com a imagem de Deus, a doutrina cristã da satisfação penal, ou seja, a explicação para a morte de Cristo que os teólogos conservadores, sobretudo os protestantes, consideram estar no centro da mensagem cristã. Tal doutrina, bem como o sistema em que ela se insere, conhecido como plano da salvação , implica em atribuir a Deus um caráter cruel, rancoroso e vingativo, de sorte que, tanto em sua origem quanto em sua difusão e sustentação, pode-se supor a atuação de uma imagem negativa de Deus. Por outro lado, com base no que se conhece atualmente sobre o efeito das cognições do indivíduo sobre seus afetos, procura-se estabelecer a relação entre a doutrina da satisfação penal, e a imagem de um Deus punitivo que ela envolve, com os sentimentos de culpa e vergonha, bem como com o empobrecimento da personalidade
Abstract: The image of God is a mainly unconscious construct in which feelings are predominant. It differs from the concept of God because this is a conscious set of ideas. A considerable volume of research dedicates itself in revealing how shapes this image in the infantile mind, and how it influences, by one side, the individual s religiosity, and by other, his psychological and spiritual well-being. These research, altogether with clinical experience and other factors, point to the fact that the way one interpret each element of religious life largely differs in accordance of being the individual a bearer of an image of a loving and compassionate God or an image of a wrathful and punitive God. The present paper intends to analyze, on the light of modern psychological science, especially in what touches the image of God, the Christian doctrine of penal satisfaction, that is to say, the explanation to Christ s death that conservative theologians, overall the protestant ones, do considerate as being in the center of the Christian message. Such a doctrine, as well as the system in which it inserts, known as the plan of salvation , implies ascribing to God a cruel, wrathful and vengeful character, in such a way that one may suppose the presence of a negative image of God acting both in its origin and in its diffusion and maintenance. On other side, grounded in what we presently know about the effects of the beliefs of an individual over his affects, an attempt is made in establishing the relation between the doctrine of penal satisfaction, and the image of a punitive God it involves, with guilt feelings and shame, just as the impoverishment of personality
Palavras-chave: Satisfação penal
Culpa
Vergonha
Teologia protestante
Image of God
Penal satisfaction
Guilt
Shame
Protestant theology
Deus (Cristianismo) -- Historia das doutrinas
Imagem de Deus
Expiacao
Protestantismo
Teologia
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências da Religião
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião
Citação: Lotufo Junior, Zenon. Origens e conseqüências psicológicas da doutrina da satisfação penal. 2008. 228 f. Tese (Doutorado em Ciências da Religião) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/2071
Data de defesa: 9-Jun-2008
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Zenon Lotufo Junior.pdf837,37 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.