???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/2105
Tipo do documento: Dissertação
Título: O Rio da Alma - contribuições do simbolismo religioso e da psicologia analítica para uma reflexão sobre a crise ecológica no rio Tietê: uma proposta da ecologia arquetípica
Título(s) alternativo(s): The Soul River - contributions of the religious symbolism and the analithical psichology to the ecological crises on the Tietê river: a proposal by the archetypal ecology
Autor: Hirata, Ricardo Alvarenga 
Primeiro orientador: Ramos, Denise Gimenez
Resumo: A presente dissertação tem como objetivo propor um referencial teórico das ciências da religião e da psicologia analítica para o estudo do impasse cultura desenvolvimento econômico no âmbito da crise ecológica no rio Tietê, em São Paulo. A referida crise tomou proporções alarmantes na segunda metade do século XX, quando a poluição do rio atingiu trezentos e cinqüenta quilômetros de extensão e a má qualidade da água provocava doenças infecto contagiosas, impossibilitando o seu uso até mesmo para a geração de energia elétrica. Nossa hipótese é (1) que as causas da crise ecológica no rio Tietê não se encontram apenas na dimensão material, objetiva, mas também têm a ver com o distanciamento da relação do homem com o simbólico e o sagrado. E que, portanto, (2) a resolução desta crise também deve abranger a subjetividade humana. Para constatar estas hipóteses, fizemos uso de pesquisa teórica e histórica da crise ecológica no rio, bem como do simbolismo religioso da água, do rio e do imaginário paulistano ligado ao rio ao longo da história da cidade. Levantou-se também as estratégias atuais que vêm sendo usadas para lidar com a crise. O referencial teórico que permeia a dissertação é uma interface do conceito de símbolo das obras de Ernst Cassirer, Mircea Eliade e Carl G. Jung. Concluímos que as causas da crise ecológica no Tietê estão ligadas com a perda de significado do simbolismo da água e do rio, e que as estratégias para lidar com a mesma devem incluir a dimensão cultural, espiritual e psíquica. Entendemos que é necessário considerar a integração entre objetividade e subjetividade, entre desenvolvimento cultural e econômico, para se pensar a crise mencionada, a fim de elaborar propostas que busquem re-vitalizar o símbolo do rio e da água visando o fim da crise ecológica no rio
Abstract: This dissertation has as its objective to propose a theoretical referential of the religion sciences and the analytical psychology for studying the cultural - economical development impasse in the extent of the ecological crisis in the Tietê river, in São Paulo. This crisis took on alarming proportions in the second half of the XX century, when the river pollution reached the extension ofthree hundred and fifty kilometres and the low water quality has caused contagious diseases, disabling its use even for the electric power generation. Our hypothesis is (1) that the causes of the ecological crisis in the river Tietê isn't only in the material and objective dimension, but also has to do with the estrangement of man's relationship with the symbolic and the sacred. And that, therefore, (2) the resolution ofthis crisis should aiso include human subjectivity. To verify these hypotheses, we used theoretical and historical research of the ecological crisis in the river, as well as the religious symbolism of thé river water, and the imaginary links between the citizens from São Paulo and the river along with the history ofthe city. It also raised the current strategies that have been used tomanage the crisis. The theoretical referential that permeates the dissertation is an interface of the concept of symbolism of Ernst Cassirer's, Mircea Eliade and Carl G. Jung works. We concluded that the causes of the ecological crisis in Tietê are linked with the loss of meaning of the symbolism of the water and ofthe river, and that the strategies, to work with the same should include the cultural dimension, spiritual and psychic. It should be understood that it's necessary to consider the integration between objectivity and subjectivity, also cultural and economical development, to consider the mentioned crisis, in arder to work out proposals looking to reverse-revitalize the symbol of the river and the water, putting an end to the ecological crisis in the Tietê river
Palavras-chave: simbolismo religioso
psicologia analítica
Ernst Cassirer
Mircea Eliade
Carl G. Jung
ecology
religious symbolism
analytical psychology
Ernst Cassirer
Mircea Eliade
Carl G. Jung
Tietê, Rio
Simbolismo
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências da Religião
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião
Citação: Hirata, Ricardo Alvarenga. The Soul River - contributions of the religious symbolism and the analithical psichology to the ecological crises on the Tietê river: a proposal by the archetypal ecology. 2005. 148 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Religião) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2005.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/2105
Data de defesa: 10-Jun-2005
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ricardo Alvarenga Hirata.pdf766,01 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.