???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/2113
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorCruz, Marcelo Pereira da-
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4489595D1por
dc.contributor.advisor1Usarski, Frank-
dc.date.accessioned2016-04-25T19:20:59Z-
dc.date.available2009-10-07-
dc.date.issued2009-09-15-
dc.identifier.citationCruz, Marcelo Pereira da. A Igreja Universal do Reino de Deus no "jogo do poder": a aliança com o Partido dos Trabalhadores nas eleições presidenciais de 2002. 2009. 115 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Religião) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2009.por
dc.identifier.urihttps://tede2.pucsp.br/handle/handle/2113-
dc.description.resumoDentro das mais diversas sociedades, a religião e o poder de Estado constituído traçaram alianças que trouxeram benefícios e tensões. A religião foi uma das primeiras especialidades que surgiu no seio de uma sociedade, proporcionando união em torno de uma ou várias divindades. Ao longo da história, reis, imperadores, ditadores e, na concepção moderna da palavra, políticos viram na religião uma grande força para ajudá-los no processo de condução da sociedade, através da elaboração de doutrinas e normas. Essas relações transformaram os especialistas religiosos e políticos em agentes importantes dentro das sociedades, devido ao controle que eles exercem nas relações entre as pessoas. No Brasil contemporâneo, a participação da religião na política é um fato que se repete com a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), que ganhou destaque no campo político devido ao seu espetacular crescimento e com a transferência para o mesmo do seu capital religioso, através de suas teologias, práticas e discursos. A Igreja Universal se enquadra numa terceira onda de igrejas pentecostais que se desenvolveram no Brasil, a partir de meados da década de 1970. Entretanto, suas práticas e teologias, que foram adaptadas ao contexto social em que ela está inserida, transformaram-na em um fenômeno que transcendeu as fronteiras religiosas. O espaço que a IURD conquistou no campo religioso, social, midiático, empresarial e político serviu de inspiração para outras denominações religiosas, que acabaram por seguir os seus passos. O sucesso da trajetória da IURD, em particular no campo político, foi alcançado com ousadas estratégias, que se iniciaram com a escolha de seus candidatos e posteriormente com a coligação ao PL (Partido Liberal) - um partido de direita, cujos princípios e ideologias casavam perfeitamente com os ideais e crenças iurdianas. No entanto, a Igreja viveu um momento difícil no decorrer da década de 1990, devido aos escândalos internos que envolviam seus principais líderes e a erros comedidos pela cúpula da Igreja, ao apoiarem, por exemplo, Fernando Collor de Mello, nas eleições presidenciais de 1989, bem como à decepção que a mesma teve com o governo de Fernando Henrique Cardoso. Tais acontecimentos serviram de trampolim para a mudança de postura mediante ao Partido dos Trabalhadores, seu antigo desafeto de esquerda, formando uma aliança vitoriosa entre a IURD/PL e o PT nas eleições presidenciais de 2002, que culminou na vitória do candidato petista Luiz Inácio Lula da Silva e no refortalecimento da Igreja Universal do Reino de Deuspor
dc.description.abstractAmong all kinds of societies, religion and the power of the State outline alliances that have brought benefits and tensions. Religion was one of the first ones that emerged in the middle of a society, providing union around a divinity. Along history, kings, emperors, dictators and, according to a modern conception of the word, politicians saw religion as a great strength to help them in the process of leading the society through the development of doctrines and rules. Those relations changed the religious and political specialists into important agents inside societies due to the control of the relations among people which they influence. In Contemporary Brazil, the participation of religion in politics is a fact that has been repeated with Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), which has gained prominence in the politics field due to its spectacular development and to the transference of its religious capital, through its theology, practices and speeches. Igreja Universal fits a third wave of Pentecostal churches which were developed in Brazil by the seventies, however, their practices and theology which were adapted to the social context where it is inserted, made it become a phenomenon which transcended the religious frontiers. The place conquered by IURD in the religious, social, media, business and political fields, worked as inspiration for other religious denominations, that followed their steps. The success of IURD, particularly, in the politics field was reached through bold strategies, which had begun with their candidate‟s choice and later with the liaison to PL (Partido Liberal), a right party, whose principles and ideologies fit perfectly to IURD ideals and beliefs. However, the church had to overcome a difficult moment in the nineties because of internal scandals involving their main leaders and mistakes made by the summit of the church by supporting, for example, Fernando Collor de Mello in the presidential elections of 1989 and the disappointment with Fernando Henrique Cardoso government. Those events ended up in a change of attitude towards Partido dos Trabalhadores, their old left issue and formed a victorious union between IURD/PL and PT, in the presidential elections of 2002, which resulted in the victory of Luiz Inácio Lula da Silva and in the reinforcement of Igreja Universal do Reino de Deuseng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2016-04-25T19:20:59Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Marcelo Pereira da Cruz.pdf: 963977 bytes, checksum: 3fe3add420115f20bf35e73ceb2779ab (MD5) Previous issue date: 2009-09-15eng
dc.description.sponsorshipSecretaria da Educação do Estado de São Paulo-
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttp://tede2.pucsp.br/tede/retrieve/3339/Marcelo%20Pereira%20da%20Cruz.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherPontifícia Universidade Católica de São Paulopor
dc.publisher.departmentCiências da Religiãopor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsPUC-SPpor
dc.publisher.programPrograma de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religiãopor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectReligião e Estadopor
dc.subjectReligion and Stateeng
dc.subjectIgreja Universal do Reino de Deus -- Clero -- Atividades politicaspor
dc.subjectPartido dos Trabalhadores -- Brasilpor
dc.subjectPresidentes -- Brasil -- Eleicoes -- 2002por
dc.subjectReligiao e politica -- Brasilpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIApor
dc.titleA Igreja Universal do Reino de Deus no "jogo do poder": a aliança com o Partido dos Trabalhadores nas eleições presidenciais de 2002por
dc.typeDissertaçãopor
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Marcelo Pereira da Cruz.pdf941,38 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.