???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21234
Tipo do documento: Dissertação
Título: Concepções linguísticas dos séculos XVI e XXI: o pronome numa perspectiva historiográfica
Autor: Fernandes, Victor Hugo Ramão 
Primeiro orientador: Bastos, Neusa Maria Oliveira Barbosa
Resumo: O presente trabalho examina os conceitos e as descrições relacionados aos pronomes pessoais, possessivos e relativos, nos séculos XVI e XXI, sob a perspectiva da Historiografia Linguística. Para tanto, analisamos a Grammatica da língua Portuguesa (1540) de João de Barros e a Moderna Gramática Portuguesa (2009) de Evanildo Bechara, em sua 37ª edição. Tal pesquisa se funda na importância da classe de palavras e no período histórico e no período linguístico escolhidos para a pesquisa, além de abarcar a questão sob diferentes perspectivas de Portugal e do Brasil. Com base nos procedimentos metodológicos da Historiografia Linguística, postulados por Koerner (1996, 2014) e Swiggers (2009, 2010), seguimos os princípios de Contextualização, Imanência e Adequação. Dessa maneira, este trabalho contribui com as pesquisas de Historiografia Linguística, oferecendo um estudo de uma das primeiras gramáticas da língua portuguesa, a Grammatica da língua Portuguesa (1540), voltado para os pronomes pessoais, possessivos e relativos. A partir disso, realizamos uma análise comparativa dessas concepções gramaticais com as de uma obra recente, a Moderna Gramática Portuguesa (2009). Detivemo-nos diante da questão do como os pronomes pessoais, possessivos e relativos eram compreendidos naquele período e do como o são atualmente. Por fim, concluímos que tanto os ditames linguísticos que precediam ambas as obras como a emergência de novos estudos foram fundamentais para a compreensão dessa classe de palavras, especialmente dos tipos analisados
Abstract: This work examines the concepts and the descriptions related to the pronouns, possessive and partial, in the 16th and 21st centuries, from the perspective of Historiography of Linguistic. To do so, he analyzes a Grammatica da lingua Portuguesa (1540) by João de Barros and a Moderna Gramática Portuguesa (2009) by Evanildo Bechara, in its 37th edition. The research is valid for the importance of class words and for the historical and linguistic period, besides covering and lacking on different perspectives from Portugal and Brazil. Based on the methodological procedures of Historiography of Linguistic, postulated by Koerner (1996, 2014) and Swiggers (2009, 2010), we follow the principles of Contextualization, Immanence and Adequacy. In this way, this work contributes as researches of Historiography of Linguistic, offering a study of one of the first grammars of the Portuguese Language, a Grammatica da lingua Portuguesa (1540), focused on personal, possessive and relative pronouns. From this, we perform a comparative analysis of grammatical conceptions as a recent work, a Moderna Gramática Portuguesa (2009). We reflected in front of the subject, as the personal, possessions and possessives pronouns were understood in that period and as they are. Finally, we conclude that both the linguistic dictates that precede both works as an emergence of new studies were fundamental to an understanding of this class of words, especially of the types analyzed
Palavras-chave: Língua portuguesa - Pronomes
Linguística - Historiografia
Língua portuguesa - Gramática histórica
Língua portuguesa - Português antigo - Séc. XV-XVI
Portuguese language - Pronoun
Linguistics - Historiography
Portuguese language - Grammar, Historical
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LINGUA PORTUGUESA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa
Citação: Fernandes, Victor Hugo Ramão. Concepções linguísticas dos séculos XVI e XXI: o pronome numa perspectiva historiográfica. 2018. 111 f. Dissertação (Mestrado em Língua Portuguesa) – Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21234
Data de defesa: 27-Apr-2018
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Victor Hugo Ramão Fernandes.pdf666,34 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.