???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21299
Tipo do documento: Dissertação
Título: Um estudo sobre os gêneros textuais no apostilado de Língua Portuguesa da rede pública paulista
Autor: Barbosa, Paulo Roberto
Primeiro orientador: Favero, Leonor Lopes
Resumo: Este estudo trata da análise das questões referentes ao ensino dos gêneros textuais presentes no Caderno do Aluno de Língua Portuguesa do 9º ano do Ensino Fundamental, apostilado distribuído na rede pública de ensino do estado de São Paulo. Sua abrangência e consequente relevância no panorama educacional do estado motivaram nossa escolha por analisá-lo, visto que as apostilas são utilizadas por todos os alunos. O objetivo que norteia esta pesquisa é investigar a forma como os gêneros textuais são abordados no Caderno do Aluno de Língua Portuguesa. Esse objetivo geral se associa aos seguintes objetivos específicos: levantamento dos gêneros textuais presentes na apostila; relacionando-os a seus respectivos domínios discursivos; identificação das tipologias mobilizadas nos gêneros textuais; e análise de como e em que medida as tipologias argumentativas e expositivas podem ser internalizadas pelos alunos por meio das atividades propostas no apostilado. O aporte teórico que orienta a pesquisa se relaciona aos postulados da Linguística Textual, sobretudo os conceitos de intertextualidade, coesão e coerência apresentados pelos estudos de Fávero (2014, 2009 [1991]), Fávero e Koch (2012 [1983]) e Koch (2014 [1989], 2004), além do Interacionismo Sociodiscursivo de Bronckart (2012 [1997], 2006a), com grande influência da obra de Vygotsky (1989, 1984). Este estudo considera o ensino com base em gêneros textuais propostos por Bakhtin (2011 [1979]) e reinterpretados pelo viés teórico-metodológico de Bronckart (2012 [1997]), Marcuschi (2008) e Dolz e Schneuwly (2004), segundo os quais a linguagem é uma forma de ação que se realiza no discurso socialmente situado e partilhado por meio dos gêneros textuais. À vista disso, tem-se como base as resoluções dos Parâmetros Curriculares Nacionais (BRASIL, 1998) – no que concerne às sugestões para o ensino da Língua Portuguesa, a partir das quais foi elaborado o Currículo do Estado de São Paulo (SÃO PAULO, 2012). Esses documentos sugerem que, no 9º ano do Ensino Fundamental, sejam estudados com maior ênfase os textos argumentativos e expositivos. Além disso, este trabalho também apresenta o percurso histórico do apostilado no Brasil até a aplicação desse material nos dias atuais na rede pública paulista. Como resultado das análises do apostilado, constatou-se um distanciamento entre o que está prescrito no Currículo Estado de São Paulo e as atividades propostas aos alunos para a aprendizagem dos gêneros da ordem do argumentar e do expor, já que se verificou a inserção majoritária dos gêneros que competem ao narrar, ao passo que os gêneros argumentativos e expositivos, embora tenham aparecido, foram pouco explorados. Houve, portanto, a compreensão de que, para promover a formação de cidadãos ativos socialmente, é preciso dar ênfase ao estudo interativo da linguagem, que acontece essencialmente por meio dos gêneros textuais
Abstract: This study deals with the analysis of issues related to the teaching of the textual genres present in the 9th Elementary School year Portuguese Language Student Notebook, a handout distributed in the public teaching system in the state of São Paulo. Its analysis was motivated by its scope and consequent relevance in the educational panorama of the state, since these handouts are used by all students. The objective that guides this research is to investigate the way in which textual genres are approached in the aforementioned in the Portuguese Language Student Notebook. This general objective is associated to the following specific objectives: to carry out a survey of the textual genres present in the handbook, relating them to their respective discursive domains; identify the typologies mobilized in the textual genres; and carry out an analysis of how and to what extent the argumentative and expository typologies can be internalized by students through proposed notebook activities. The theoretical contribution that guides the research is related to Textual Linguistics postulates, especially the intertextuality, cohesion and coherence concepts presented by the studies carried out by Fávero (2014, 2009 [1991]), Fávero and Koch (2012 [1983]) and Koch (2014 [1989], 2004, in addition to Bronckart's Sociodiscursive Interactionism (2012 [1997], 2006a), with a significant influence by Vygotsky’s (1989 1984) work. The study considers teaching based on the textual genres proposed by Bakhtin (2011 [1979]) and reinterpreted by the theoretical-methodological bias carried out by Bronckart (2012 [1997]), Marcuschi (2008) and Dolz and Schneuwly (2004), according to whom language is a form of action that takes place in the socially situated and shared discourse by means of textual genres. In this context, the present study is based on the resolutions stipulated by the National Curricular Parameters (BRASIL, 1998) regarding suggestions for the teaching of the Portuguese Language, from which the Curriculum of the State of São Paulo was developed (SÃO PAULO, 2012). These documents suggest that, in the 9th elementary school year, argumentative and expository texts should be studied with greater emphasis. In addition, this study also presents the historical course of the notebook in Brazil until its current application in the São Paulo public network. As a result of the notebook analysis, a distance was observed between what is prescribed in the State of São Paulo Curriculum and the proposed student activities concerning the learning of argumentative and exposure genres, since genres that compete in narrating were mostly inserted, while argumentative and expository genres, although appearing, were underexplored. There is, therefore, the understanding that, in order to promote the formation of socially active citizens, it is necessary to emphasize the interactive study of language, which occurs, essentially, through textual genres
Palavras-chave: Língua portuguesa (Ensino médio) - Estudo e ensino
Língua portuguesa - Análise do discurso
Tipologia (Linguística)
Portuguese language - Study and teaching
Portuguese language - Discourse analysis
Typology (Linguistics)
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LINGUA PORTUGUESA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa
Citação: Barbosa, Paulo Roberto. Um estudo sobre os gêneros textuais no apostilado de Língua Portuguesa da rede pública paulista. 2018. 167 f. Dissertação (Mestrado em Língua Portuguesa) – Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21299
Data de defesa: 12-Jun-2018
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Paulo Roberto Barbosa.pdf3,94 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.