???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21943
Tipo do documento: Dissertação
Título: Retórica e política: o impeachment de Dilma Rousseff
Título(s) alternativo(s): Rhetoric and politics: the impeachment of Dilma Rousseff
Autor: Magri, Mariano 
Primeiro orientador: Ferreira, Luiz Antonio
Resumo: Desde dezembro de 2015, quando o então presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, acatou o pedido de impeachment contra Dilma Rousseff, iniciou-se um intenso debate público que permeou os espaços políticos, os veículos de comunicação, as Universidades e as mídias sociais, entre tantos outros espaços públicos e privados. Embora um processo de impeachment seja previsto constitucionalmente, boa parcela dos discursos esforçara-se para transmitir a ideia de que tudo não passava de um golpe parlamentar. O objetivo desta pesquisa é analisar as estratégias argumentativas que propuseram a perspectiva de ilegitimidade do processo de impeachment e verificar se houve proximidade ao conceito de provas lógicas, com o objetivo de refutar as acusações formais e invalidar as denúncias, ou se se aproximaram do conceito de provas psicológicas, com o objetivo de acentuar o plano opinativo e, por conseguinte, fomentar a controvérsia como estratégia de defesa. Para tanto, analisamos os discursos de quatro senadores – Gleisi Hoffmann, Armando Monteiro, Vanessa Grazziotin e Randolfe Rodrigues –, realizados no Senado Federal, no penúltimo dia do julgamento. A base analítica é constituída por autores da retórica, Aristóteles (2013) e Perelman & Olbrechts-Tyteca (2000), e por autores mais contemporâneos, como Campbell et al. (2015), Ferreira (2015), Meyer (2007), Mosca (1997) e Tringali (2013). As observações são realizadas com base em cinco categorias de análise. A primeira demonstra que as discussões não se deram no mundo de verdades e mentiras, mas no plano dialético-persuasivo. A segunda enfatiza que a finalidade do auditório, que era conferir culpa ou inocência à ré, foi desviada, em vários momentos, por discursos essencialmente políticos, que objetivaram ressaltar os supostos prejuízos com o êxito do processo. A terceira (ethos) e a quarta categoria (pathos) se atêm às provas psicológicas e analisam como os oradores criaram a imagem de si e da ré perante o auditório, bem como as incitações às paixões. A quinta e última (logos) atenta-se às provas lógicas, com o objetivo de saber de quais provas racionais se valeram os oradores para persuadir o auditório. Pelo que pudemos constatar, os oradores fizeram uso acentuado de provas psicológicas e visaram ressaltar a idoneidade da ré e macular a imagem de todos que participaram em prol do impeachment, sem que, em nenhum momento de seus discursos, descontruíssem as acusações que ensejaram o processo
Abstract: Since December 2015, when the then president of the Chamber of Deputies, Eduardo Cunha, accepted the request for impeachment against Dilma Rousseff, an intense public debate began that permeated political spaces, communication vehicles, universities, social media among many other public and private spaces. Although a process of impeachment is constitutionally foreseen, a good deal of the speeches were made to convey the idea that it was nothing more than a parliamentary coup. The objective of this research was to analyze the argumentative strategies that proposed the illegitimacy of the impeachment process and to verify if there was proximity to the concept of logical evidence, with the objective of refuting the formal accusations and invalidating the denunciations or if they approached the concept of evidence psychological, with the aim of emphasizing the opinion plan and, therefore, fomenting the controversy as a defense strategy. For that, we analyze the speeches of four senators - Gleisi Hoffmann, Armando Monteiro, Vanessa Grazziotin and Randolfe Rodrigues -, held in the Federal Senate, on the penultimate day of the trial. The analytical base was composed by authors of the rhetoric, Aristóteles (2013) and Perelman & Olbrechts-Tyteca (2000) and more contemporary authors, such as Ferreira (2015), Meyer (2007), Mosca (1997) and Tringali (2013). The observations were made based on five categories of analysis. The first one demonstrated that the discussions did not take place in the world of truths and lies, but in the dialectical-persuasive plane. The second emphasized that the purpose of the auditorium, which was to confer guilt or innocence on the defendant, was diverted, at various moments, by essentially political discourses, which aimed to highlight the supposed damages to the success of the process. The third (ethos) and the fourth category (pathos) followed the psychological tests and analyzed how the speakers created the image of themselves and of the back before the audience, as well as the incitement to the passions. The fifth and last (logos) focused on the logical evidence, with the purpose of knowing what rational evidence the speakers used to persuade the audience. As far as we could see, the speakers made a strong use of psychological evidence and aimed to emphasize the defendant's suitability and to tarnish the image of all those who participated in favor of impeachment, without at any point in their speeches disarming the accusations that led to the process
Palavras-chave: Impeachment
Retórica
Análise do discurso - Discursos parlamentares
Ethos
Logos
Pathos
Impeachment
Rhetoric
Discourse analysis - Speeches in congress
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LINGUA PORTUGUESA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa
Citação: Magri, Mariano. Retórica e política: o impeachment de Dilma Rousseff. 2018. 108 f. Dissertação (Mestrado em Língua Portuguesa) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21943
Data de defesa: 6-Feb-2019
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Mariano Magri.pdf2,27 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.