???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/22091
Tipo do documento: Dissertação
Título: Funções da preposição “de” no uso do português brasileiro
Autor: Lião, Graziela Bonato 
Primeiro orientador: Silveira, Regina Celia Pagliuchi da
Resumo: Esta dissertação está situada na área da Gramática de Língua Portuguesa e tem por tema as diferentes funções que a preposição DE adquire no uso efetivo do Português Brasileiro. A hipótese inicial é de que no uso efetivo do Português Brasileiro, a preposição DE seja um lexema e/ou um gramema. Justifica-se a pesquisa realizada, pois a Gramática Tradicional, no Brasil, define as preposições como uma classe de palavras que relaciona palavra com palavra. O Dicionário de usos do Português, o DUP, de Francisco da Silva Borba (2002), o ponto de partida desta pesquisa, apresenta a preposição DE como um vocábulo que contém uma série de predicações, de forma a considerar essa preposição como um lexema, capaz de receber diferentes gramaticalizações. A pesquisa está fundamentada na gramática sistêmico-funcional de Givón (1993), no uso efetivo da língua, quando as unidades sistêmicas, pancronicamente, adquirem novas funções. O objetivo geral deste trabalho é contribuir com os estudos gramaticais prepositivos do Português Brasileiro e como objetivos específicos têm: I. rever tratamentos dados da gramática histórica e da gramática tradicional à preposição DE; II. buscar, pela diacronia da Língua Portuguesa, os atuais usos pancrônicos da preposição DE; III. examinar os usos da preposição DE em segmentos de textos escritos, em busca de função lexical; IV. examinar os usos da preposição DE em segmentos de textos escritos, em busca de função gramatical. A pesquisa realizada é de natureza qualitativa, com corpus composto por crônicas de Mário Viana e Ivan Angelo, publicadas na revista Veja São Paulo, e textos diversos, publicados na revista São Paulo, da Folha de S. Paulo, e, também, na revista Claudia, com diversas autorias, coletados entre 2017 e 2018. Os resultados evidenciam que se trata de um termo híbrido, funcionando tanto como lexema quanto como gramema. Como lexema estabelece a relação entre palavras, inserindo sentidos conforme os contextos em que aparece. Como gramema é um morfema gramatical independente que funciona na relação entre lexias
Abstract: This dissertation is located in the area of Portuguese language grammar and has as its theme the diferent functions wich the preposition OF acquires in the effective usage of Brazilian Portuguese. The initial hypothesis is that in the effective usage of the Brazilian Portuguese, the preposition OF is a lexeme and/or gramema. The research done is justified, since the traditional Grammar in Brazil defines the prepositions as a class of words that relates word to word. The Dictionary of Portuguese Uses, DUP, by Francisco da Silva Borba (2002), the starting point of the research, presents the preposition OF as a term containing a series of predications, in order to consider this preposition as lexeme, capable of receiving grammaticalizations. It is based on the systemic-functional grammar of Givón (1993), in the effective use of the language, when the systemic units, pancronically, acquire functions. The general objective of this work is to contribute with the gramatical studies of Brazilian Portuguese and specific objectives are: I. review treatments data from historical grammar and traditional grammar to preposition OF; II. to seek, through the diachrony oh the Portuguese Language, the presente panchronic uses of the preposition OF; III. to examine the uses of the preposition OF in segments of written texts, in search of lexical function; IV. to examine the uses of the preposition OF in segments of written texts, in search of grammatical function. The research carried out is of a qualitative nature, with a selected corpus by Mário Viana and Ivan Angelo chronicles, published in the magazine Veja São Paulo, and several texts, published in the São Paulo magazine, Folha de S. Paulo, and also in the journal Claudia, with several authors, collected between 2017 and 2018. The results show that this is a hybrid term, functioning both as a lexeme and as a grammar. As lexeme establishes the relation between words, inserting meanings according to the contexts in which it appears. As a grammar it is an independent grammatical morpheme that functions in the relationship between lexias
Palavras-chave: Preposição DE
Língua portuguesa - Preposições
Língua portuguesa - Gramática
Gramática comparada e geral - Gramaticalização
Preposition OF
Portuguese language - Prepositions
Portuguese language - Grammar
Grammar, Comparative and general - Grammaticalization
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LINGUA PORTUGUESA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa
Citação: Lião, Graziela Bonato. Funções da preposição “de” no uso do português brasileiro. 2018. 149 f. Dissertação (Mestrado em Língua Portuguesa) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/22091
Data de defesa: 18-Mar-2019
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Graziela Bonato Lião.pdf1,76 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.