Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4257
Tipo do documento: Tese
Título: O poder apelativo da Coca-Cola: estudo da semiose das peças televisivas Sempre Coca-Cola
Autor: Vieira, Soraya Maria Ferreira 
Primeiro orientador: Santaella, Lucia
Resumo: Esta pesquisa visa investigar o processo de signos e os efeitos interpretativos das pecas publicitárias da Coca-Cola na renovação de sua campanha, quando, a partir de junho de 1993, mudou seu antigo slogan "Emocão Pra Valer" por Sempre Coca-Cola". O nosso ponto de partida é o suporte eletrônico e as imagens em movimento de caráter híbrido e multimediático, assim como alguns dos problemas de representação nelas contidos, tais como a possibilidade da luz na TV, as dimensões da tela, o tempo e o ritmo. Após a discussão de questões pertinentes à imagem em geral, coloca-se ênfase na publicidade em si, estabelecendo sua diacronia, conceitos, regras e características especificamente no suporte televisivo. Tudo isso como caminho de aproximação do objetivo nuclear que é o de investigar as razões semióticas responsáveis pelo grande poder de atração e sedução da nova campanha Coca-Cola. Esse forte poder apelativo funciona como um convite ao semioticista para o desvendamento dos processos sígnicos que ali ocorrem. Para tal desvendamento, lançamos mão da teoria geral dos signos, desenvolvida por Charles Sanders Peirce. É nela que encontramos os fundamentos e instrumentais para a observação, descrição e análise dos comerciais. A análise é antecedida por um histórico geral das campanhas da Coca-Cola até chegarmos às peças destacadas: "Sempre Sabor", "Coca-Cola No Seu Ritmo", ambas de junho de 93, além dos comerciais estimulados por nós como "Um Elefante, Uma Mulher e "Sempre Coca-Cola", de fevereiro de 95, ainda fazemos uma última análise a partir da peça já estudada "Coca-Cola No Seu Ritmo" comparada a propaganda da campanha "Isso Faz um Bem", que chamamos de "Carmem-Miranda", da década de 50. Em resumo, a pesquisa quer levantar as principais características definidoras da campanha, evidenciando seu processo sígnico com vistas a determinar as razões semióticas do seu poder de apelo e sedução
Palavras-chave: Campanha publicitaria
Comerciais
Slogans
Propaganda
Publicidade
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Comunicação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica
Citação: Vieira, Soraya Maria Ferreira. O poder apelativo da Coca-Cola: estudo da semiose das peças televisivas Sempre Coca-Cola. 1997. 215 f. Tese (Doutorado em Comunicação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1997.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4257
Data de defesa: 30-Nov-1997
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Soraya Maria Ferreira Vieira.pdf18,7 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.