???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4290
Tipo do documento: Tese
Título: Ficção multimídia: teoria e prática da narrativa literária em Décio Pignatari
Título(s) alternativo(s): Multimedia fiction: theory and practice of Décio Pignatari s literary narrative
Autor: Gama, Rinaldo
Primeiro orientador: Santaella, Lucia
Resumo: A tese tem por temas a teoria e a prática da prosa ficcional em Décio Pignatari. Décadas de trabalho em diferentes pólos da comunicação publicou ensaios e deu aulas de teoria da informação, atuou como articulista na imprensa, foi o primeiro intelectual a escrever seriamente sobre a TV no Brasil, traduziu Marshall McLuhan, fez publicidade e cinema transformaram Pignatari num criador multimídia. É essa característica que marca sua obra voltada para a ficção. Pautada pelo uso de múltiplos recursos, verbais e não-verbais, literários e de mídias diversas, as narrativas de Décio Pignatari representam extensões de sua prosética como ele chama o seu pensamento sobre a prosa ficcional e vice-versa Enquanto a plataforma teórica pignatariana para a ficção estabeleceu-se especialmente por meio de cursos, ensaios e artigos, sua produção em termos de narrativa literária deu origem aos seguintes títulos, que serão aqui analisados: 1)O rosto da memória, contos; 2)Panteros, romance; 3) Cléris und Lotta , que integra a antologia 21 Histórias de amor, mas que já aparecera, sem título, no corpo do prefácio de Cultura pós-nacionalista, coletânea de textos de não-ficção; e 4)Céu de lona, peça teatral. Para estudar prosa ficcional de Décio Pignatari, a tese vale-se sobretudo da própria prosética que tem por base a semiótica de Charles Sanders Peirce. De acordo com Pignatari, a ficção, notadamente a que surge a partir de Ulisses (1922), de James Joyce, se apóia na secundidade peirceana, que se projeta sobre a terceiridade como um presente suspenso , ponto de encontro dos demais tempos, do máximo de gêneros e de discursos de distintos meios de comunicação. Esta é a proposta do autor para sua prosa ficcional, espelho da prosética , que dela também se alimenta, conforme pretendemos demonstrar. Ressalte-se que Décio Pignatari alcança pela primeira vez essa condição acadêmica
Abstract: The dissertation subject is the theory and practice of Décio Pignatari s fictional prose. Decades of work in various fields of communication he has published essays, has taught information theory, has written to the press and was the first intellectual to write in-depth pieces on TV in Brazil, he has translated Marshall McLuhan, has produced advertising pieces, and cinema have made of Pignatari a multimedia creator. This approach also defines his fictional production. Characterized by the usage of multiple resources, both verbal and non-verbal, literary and of various media, Décio Pignatari s narratives represent extensions of his prosética as he calls his thinking on the fictional prose and vice versa. While the pignatarian theoretical platform catering his fiction has been established especially through courses, articles, and essays, his narrative literary production has originated the following works: 1) O rosto da memória [The face of memory], stories; 2) Panteros [Pantheros], novel; 3) Cléris und Lotta [Cléris and Lotta], narrative that integrates the anthology 21 Histórias de Amor [21 Love Stories], which had already appeared, untitled, in the foreword to Cultura pós-nacionalista [Post-Nationalist Culture], collected non-fictional texts; and 4) Céu de lona [Tent sky], a play. To survey Décio Pignatari s fictional prose, the dissertation counts mostly on the very prosética which is based on Charles Sanders Peirce s semiotic. According to Pignatari, fiction, notably the one produced since the release of Ulysses (1922), by James Joyce, is dominated by Peirce s Secondness, which projects itself on Thirdness as a suspended gift, a meeting point of the other tenses, the maximum of genders and of distinct discourses of the media. This is the author s purpose for his fictional prose, a prosética mirror, that also feeds itself, as we intend to demonstrate. This is the first "critical study" of Décio Pignatari s fictional prose and his prosética
Palavras-chave: Ficção
teoria
Décio
Pignatari
comunicação
semiótica
Fiction
theory
Décio
Pignatari
communication
semiotic
Pignatari, Decio
Pignatari, Decio,1927- Critica e interpretação
Área(s) do CNPq: CNPQ::
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Comunicação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica
Citação: Gama, Rinaldo. Ficção multimídia: teoria e prática da narrativa literária em Décio Pignatari. 2004. 201 f. Tese (Doutorado em Comunicação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2004.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4290
Data de defesa: 28-Sep-2004
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese Rinaldo Gama.pdf1,2 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.