Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4515
Tipo do documento: Dissertação
Título: Nós somos Anonymous: as relações comunicacionais entre o Coletivo Anonymous e a mídia
Autor: Antonio, Bruno Luiz Cardoso Tavares 
Primeiro orientador: Baitello Junior, Norval
Resumo: O presente trabalho visa a analisar como se estabelecem as relações comunicacionais entre o Coletivo Anonymous e as mídias de massa, como a televisão, rádio e os meios impressos. O Anonymous nasceu como um pequeno grupo de usuários de internet no imageboard 4chan que buscava diversão e, posteriormente, assumiu uma imagem mais séria em busca da liberdade para a troca de informações, liberdade de expressão e livre utilização da internet. Tornou-se um fenômeno midiático resultante em um coletivo de ciberativistas com objetivos pseudo políticos, nem sempre declarados, e se popularizou após receberem os créditos de uma série de ataques virtuais que resultaram na queda de sites governamentais, vazamento de informações confidenciais de pessoas públicas e seqüestro de dados. O objetivo desta pesquisa é (i) demonstrar como a mídia construiu e explorou a imagem de um coletivo que se mobiliza através de redes sociais para organizar protestos concomitantes em diversos lugares do mundo e (ii) explicar como a mídia se utiliza do Anonymous para seus próprios fins, e no caso do Brasil, apropriando-se da máscara de Guy Fawkes como um símbolo de combate à corrupção
Abstract: This study aims to examine how communicational relationships are established between Anonymous collective and the mass media such as television, radio and print media. Anonymous began as a small group of internet users seeking fun in the imageboard 4chan. Later on, the group gained a more serious stance, chasing free exchange information, freedom of speech and free Internet usage. It has become a media phenomenon that resulted in a collective of cyberactivists with unclear political objectives and became popular after being recognized for: shutting down government websites, confidential information leakage and stolen data. The goal of this research is to (i) demonstrate how media builded and explored an image of a collective that is mobilized through social networks to organize concomitant protests in several parts of the world and (ii) explain how media uses Anonymous for their own ends and, in the Brazilian case, how it has appropriated Guy Fawkes mask as a symbol against corruption
Palavras-chave: Comunicação
Anonymous
Ciberativismo
Visibilidade midiática
Ciberpoder
4chan
Communication
Anonymous
Cyber activism
Media visibility
Cyberpower
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Comunicação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica
Citação: Antonio, Bruno Luiz Cardoso Tavares. Nós somos Anonymous: as relações comunicacionais entre o Coletivo Anonymous e a mídia. 2013. 110 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4515
Data de defesa: 24-Mai-2013
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Bruno Luiz Cardoso Tavares Antonio.pdf2,86 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.