???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4738
Tipo do documento: Dissertação
Título: Cultura e ruína: o punk rock britânico da década de 1980
Autor: Marques, Victor Otávio Carvalho 
Primeiro orientador: Ferreira, Jerusa Pires
Resumo: O presente trabalho visa analisar a maneira pela qual o punk rock britânico da década de 1980 se insere em nossa cultura. Seu objetivo é enfocar um processo cultural marginal através e a partir de elementos dispostos em materiais fonográficos. Faz-se urgente tal discussão por esta abarcar compósitos possíveis para observar nossa construção mediática, sobretudo musical, em fins do século XX, cujas mudanças, principalmente de ordem técnica, avançavam velozmente. Destacamos, como hipótese, que essa adesão às margens da cultura seja proveniente de escolhas que cada um dos grupos aqui analisados fez em detrimento da fama, figurando uma relação diferente com o desenvolvimento cultural das fronteiras, formulação prevista sobretudo por Iuri Lótman. Para tanto, munimo-nos de aparatos teóricos que se dividem em duas grandes frentes: estudos da voz e da cultura. Ressaltamos aqui as figuras de Paul Zumthor, o já mencionado Iuri Lótman, Jesús Martín-Barbero, Walter Benjamin, Giorgio Agamben e Jerusa Pires Ferreira, que integram todos os passos deste texto. A conclusão que apontamos é haver uma mudança em todo o esquema de produção musical nos dias de hoje, tendo este mercado conhecido alterações radicais e contradispositivos tácitos vigentes nos undergrounds edificados pelo punk rock
Abstract: The present work aims to analyze the way that the British punk rock from the 1980‟s be part of our culture. Its intent is embrace a marginal cultural process through and from disposed phonographic elements. It is urgent this discussion by this cover possible composites to the observation of our mediatic, especially in music, on the end of the XX century, that the changes, mostly technical, progress faster. We contrast, as a hypothesis, that this subscription to the margins of culture is descendant of choices of each group analyzed here made instead of fame, figuring another relationship with the cultural development previewed by Iuri Lótman. Therefore, we embraced theoretical apparatus divided in two big parts: studies about the voice and its insertion in cultural series that it makes part and different cultural studies. We jut, here, the figures of Paul Zumthor, the aforementioned Iuri Lótman, Jesús Martín-Barbero, Walter Benjamin, Giorgio Agamben and Jerusa Pires Ferreira. The conclusion we point is a change of all the musical production scheme nowadays, this market having known radical changes and counter devices tacit for the undergrounds created by pun rock
Palavras-chave: Punk rock
Marginalidade
Semiótica da cultura
Oralidade
Violência
Punk rock
Marginality
Semiotics of culture
Orality
Violence
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Comunicação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica
Citação: Marques, Victor Otávio Carvalho. Cultura e ruína: o punk rock britânico da década de 1980. 2015. 169 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4738
Data de defesa: 27-Nov-2015
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Victor Otavio Carvalho Marques.pdf4,48 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.